SQS 110 B

Antes do retrofit a situação deste edifício residencial na asa sul a situação era a seguinte: a estrutura metálica das fachadas de piso a teto estava falida. A oxidação da estrutura era irreversível. 45 anos sem manutenção acabaram com as suas chances de recuperação. Além disso, os vidros eram comuns de 4 milímetros que geravam um receio muito grande aos proprietários quando o assunto era segurança. Junte-se a isso a necessidade de resolver a padronização de instalação de ar-condicionado e o fato da fachada principal ser para o norte (a que pega insolação o dia todo). A solução veio com o structural glassing. Vidro de segurança laminado com estrutura interna em alumínio. Os vidros possuem desempenho térmico e acústico e as condensadoras foram locadas na cobertura e a infraestrutura desce pelos dutos da fachada que criamos. O granito encabeça a fachada principal protegendo a platibanda e serve de duto na fachada posterior, mais especificamente para as suítes que se encontram nesse lado do prédio. No pilotis, a exemplo da fachada, a premissa foi usar materiais atemporais de forma limpa e simples para chamar a atenção para a guarita e as entradas das portarias sociais.

Data

13 de abril de 2021

Categoria

Retrofit

Tags

Arquitetura em Brasilia, fachado condomínio, projeto fachada brasília, retrofit

WeCreativez WhatsApp Support
Que bom te ver aqui....